Livro Brasil: Nunca Mais - Um Relato para a História - D. Paulos Evaristo Arns e equipe

1 Disponível em estoque

formato 16 x 23 cm . brochura. livro usado em bom estado de conservação com as páginas amareladas devido ação do tempo leves desgastes nas bordas. Este livro inicia a pesquisa \'Brasil Nunca Mais\' iniciada em março de 1979 como uma investigação sigilosa no campo dos Direitos Humanos sob a Ditadura. É uma radiografia da repressão política que se abateu sobre milhares de brasileiros considerados pelos militares como adversários do regime inaugurado em abril de 1964. É também a anatomia da resistência. \"As experiências que desejo relatar no frontispício desta obra pretendem reforçar a ideia subjacente em todos os capítulos, a saber, que a tortura além de desumana, é o meio mais inadequado para levar-nos a descobrir a verdade e chegar à paz. Não há ninguém na Terra que consiga descrever a dor de quem viu um ente querido desaparecer atrás das grades da cadeia, sem mesmo poder adivinhar o que lhe aconteceu. O desaparecido transforma-se numa sombra que ao escurecer-se vai encobrindo a última luminosidade da existência terrena.\" - Dom Evaristo

ISBN: 19859312


Código de Barras: 31291985


Origem: Nacional


Idioma: Português


Categoria: Livros


Autor:D. Paulos Evaristo Arns e equipe


Título: Brasil: Nunca Mais - Um Relato para a História


Editora:Vozes


Edição: 9ª Edição


Ano: 1985


Assunto:Historia do brasil


Páginas: 312


Peso: 900 gramas


Conservação: Produto Usado



Descrição

formato 16 x 23 cm . brochura. livro usado em bom estado de conservação com as páginas amareladas devido ação do tempo leves desgastes nas bordas. Este livro inicia a pesquisa 'Brasil Nunca Mais' iniciada em março de 1979 como uma investigação sigilosa no campo dos Direitos Humanos sob a Ditadura. É uma radiografia da repressão política que se abateu sobre milhares de brasileiros considerados pelos militares como adversários do regime inaugurado em abril de 1964. É também a anatomia da resistência. "As experiências que desejo relatar no frontispício desta obra pretendem reforçar a ideia subjacente em todos os capítulos, a saber, que a tortura além de desumana, é o meio mais inadequado para levar-nos a descobrir a verdade e chegar à paz. Não há ninguém na Terra que consiga descrever a dor de quem viu um ente querido desaparecer atrás das grades da cadeia, sem mesmo poder adivinhar o que lhe aconteceu. O desaparecido transforma-se numa sombra que ao escurecer-se vai encobrindo a última luminosidade da existência terrena." - Dom Evaristo