Livro Romanceiro da inconfidência - Cecília meireles

1 Disponível em estoque

formato 16 x 23 cm . brochura. livro usado em ótimo estado de conservação com as páginas amareladas devido ação do tempo leves sinais de manuseio nas bordas; páginas limpas... Em \'Romanceiro da Inconfidência\', Cecília Meireles lança mão de uma das mais primitivas formas de literatura para contar a história da Inconfidência Mineira. Como bem define Ana Maria Machado, que assina a apresentação desta edição, o gênero épico nasceu antes mesmo da escrita. Era criado para ser cantado e transmitido oralmente de geração em geração. Inspirada pelo Romanceiro cigano, de Federico García Lorca, Cecília Meireles usou diversas formas e métricas poéticas para escrever os quase cem poemas que compõem o livro. Por ele desfilam personagens históricos que fizeram parte da Inconfidência, como, obviamente, Tiradentes, Tomás Antônio Gonzaga, Cláudio Manuel da Costa e Joaquim Silvério entre outros, que, embora não tenham tomado parte direta no episódio histórico, são figuras destacadas na história das Minas Gerais, como Chico Rei e Chica da Silva. Esta edição resgata a transcrição de uma conferência que Cecília Meireles deu na cidade de Ouro Preto, em 1955, intitulada \"Como escrevi o Romanceiro da Inconfidência.\"... e1 g5 piso4

ISBN: 8520904920


Código de Barras: 9788520904923


Origem: Nacional


Idioma: Português


Categoria: Livros


Autor:Cecília meireles


Título: Romanceiro da inconfidência


Editora:Nova fronteira


Edição: 8ªª Edição


Ano: 1989


Assunto:Poesia


Páginas: 279


Peso: 500 gramas


Conservação: Produto Usado



Descrição

formato 16 x 23 cm . brochura. livro usado em ótimo estado de conservação com as páginas amareladas devido ação do tempo leves sinais de manuseio nas bordas; páginas limpas... Em 'Romanceiro da Inconfidência', Cecília Meireles lança mão de uma das mais primitivas formas de literatura para contar a história da Inconfidência Mineira. Como bem define Ana Maria Machado, que assina a apresentação desta edição, o gênero épico nasceu antes mesmo da escrita. Era criado para ser cantado e transmitido oralmente de geração em geração. Inspirada pelo Romanceiro cigano, de Federico García Lorca, Cecília Meireles usou diversas formas e métricas poéticas para escrever os quase cem poemas que compõem o livro. Por ele desfilam personagens históricos que fizeram parte da Inconfidência, como, obviamente, Tiradentes, Tomás Antônio Gonzaga, Cláudio Manuel da Costa e Joaquim Silvério entre outros, que, embora não tenham tomado parte direta no episódio histórico, são figuras destacadas na história das Minas Gerais, como Chico Rei e Chica da Silva. Esta edição resgata a transcrição de uma conferência que Cecília Meireles deu na cidade de Ouro Preto, em 1955, intitulada "Como escrevi o Romanceiro da Inconfidência."... e1 g5 piso4