Livro Corações sujos - a história da Shindo Renmei - Fernando Morais

Corações sujos - a história da Shindo Renmei

A Shindo Renmei, ou "Liga do Caminho dos Súditos", nasceu em São Paulo após o fim da Segunda Guerra, em 1945. PAra seus seguidores, a notícia da rendição japonesa não passava de uma fraude aliada. COmo aceitar a derrota, se em 2600 anos o invencível Japão jamais perdera uma guerra? Em poucos meses a colônia nipônica, composta de mais de 200 mil imigrantes, estava irremediavelmente dividida: de um lado ficavam os kachigumi, os "vitoristas" da Shindo Renmei, apoiados por 80% da comunidade japonesa no Brasil. DO outro, os makegumi, ou "derrotistas", apelidados de "corações sujos" pelos militantes da seita. MIlitarista e seguidora cega das tradições de seu país, a Shindo Renmei declara guerra aos "corações sujos", acusados de traição à pátria pelo crime de acreditar na verdade. DE janeiro de 1946 a fevereiro de 1947, os matadores da Shindo Renmei percorrem o Estado de São Paulo realizando atentados que levam à morte 23 imigrantes e deixam cerca de 150 feridos. EM um ano, mais de 30 mil suspeitos dos crimes são presos pelo DOPS, 381 são condenados e 80 são deportados para o Japão. NEsta sua volta à grande reportagem, Fernando Morais conta a história da seita nacionalista que aterrorizou a colônia japonesa no Brasil.PRêmio Jabuti 2001 de Melhor Reportagem formato 16 x 23 cm . brochura. livro com dedicatória a caneta na primeira pagina.. loja 1 - prédio - térreo - editora companhia das letras

ISBN: 8535900748


Código de Barras: 8535900748


Origem: Nacional


Idioma: Português


Categoria: Livros


Autor: Fernando Morais


Título: Corações sujos - a história da Shindo Renmei


Editora: Companhia das Letrinhas


Ano: 2000


Assunto: Brasil


Páginas: 349


Peso: 900 gramas


Conservação: Produto Usado



Descrição

A Shindo Renmei, ou "Liga do Caminho dos Súditos", nasceu em São Paulo após o fim da Segunda Guerra, em 1945. PAra seus seguidores, a notícia da rendição japonesa não passava de uma fraude aliada. COmo aceitar a derrota, se em 2600 anos o invencível Japão jamais perdera uma guerra? Em poucos meses a colônia nipônica, composta de mais de 200 mil imigrantes, estava irremediavelmente dividida: de um lado ficavam os kachigumi, os "vitoristas" da Shindo Renmei, apoiados por 80% da comunidade japonesa no Brasil. DO outro, os makegumi, ou "derrotistas", apelidados de "corações sujos" pelos militantes da seita. MIlitarista e seguidora cega das tradições de seu país, a Shindo Renmei declara guerra aos "corações sujos", acusados de traição à pátria pelo crime de acreditar na verdade. DE janeiro de 1946 a fevereiro de 1947, os matadores da Shindo Renmei percorrem o Estado de São Paulo realizando atentados que levam à morte 23 imigrantes e deixam cerca de 150 feridos. EM um ano, mais de 30 mil suspeitos dos crimes são presos pelo DOPS, 381 são condenados e 80 são deportados para o Japão. NEsta sua volta à grande reportagem, Fernando Morais conta a história da seita nacionalista que aterrorizou a colônia japonesa no Brasil.PRêmio Jabuti 2001 de Melhor Reportagem formato 16 x 23 cm . brochura. livro com dedicatória a caneta na primeira pagina.. loja 1 - prédio - térreo - editora companhia das letras

Frete Grátis

Milhares Títulos com Entrega Gratuita Para Todo o Brasil.

Pagamento Seguro

Processados por Wirecard, Paypal Adotam Os Mais Rigorosos Padrões de Segurança.

Especializado

10 Anos de Atuação como Livraria e Sebo Oferecendo o Melhor a seus clientes.