Livro O silêncio do delator - José Nêumanne

O silêncio do delator
O silêncio do delator

formato 15 x 22 cm . brochura. livro usado em ótimo estado de conservação; páginas limpas; miolo firme;.. O livro 'O silêncio do delator' narra, em sete vozes, o velório do líder de uma turma (a patota dos sovacões solidários do recruta Pepé) e de sua geração, que viveu plenamente as revoluções política e dos costumes dos anos 60 do século 20. O corifeu desse coro de narradores (intitulados com versos do samba A voz do morto, de Caetano Veloso) é o morto, um professor universitário de carreira profissional lograda, libido exacerbada e ideologia incerta. Desbocado, franco, rude, sem limites, este comenta, direto do caixão, as visitas que recebe, tendo seus comentários interrompidos por narrativas em terceira pessoa do próprio velório, de encontros da turma no passado em torno de dois álbuns clássicos da música pop - Sergeant Pepper ́s lonely hearts club band, dos Beatles (1967), e Bringing it all back home, de Bob Dylan (1965) - e da trajetória de êxito e fiasco dos velhos amigos, um por um. Cada capítulo do romance se refere a uma das faixas desses dois discos e termina com uma estrofe do poema Inventário, de Pedro Paulo de Sena Madureira, do qual foi tirado o título da obra. Pelo velório passam a viúva historiadora, a mãe possessiva, a filha pragmática, o filho orientalista e os velhos amigos da patota; Paulo, o publicitário bem-sucedido que não consegue se firmar como escritor da moda; Marlon, o guerrilheiro-galã que se torna rico corretor do mercado financeiro; Ricardo, militante comunista que vira ministro de Estado; Jorge Carlos, astro do rock; Helena, amiga de adolescência com quem o morto viveu um caso fugaz; e Pepé, artista plástico que termina mendigando. Além de Elsa, a Zuca, paixão frustrada da vida do protagonista, e sua adorável filha Esmé, paródia da personagem do conto Para Esmé, com amor e sordidez, de J. D. Salinger. O 'leit motiv' do romance é o conflito entre o morto e a viúva - ele, adepto de Heráclito de Éfeso, orgulha-se da contribuição que sua geração deu ao gênero humano; e ela, hegeliana, acredita que a história só se repete em ciclos. e3g3p4 +2n

ISBN: 8589876519


Código de Barras: 9798589876512


Origem: Nacional


Idioma: Português


Categoria: Livros


Autor: José Nêumanne


Título: O silêncio do delator


Editora: A Girafa


Ano: 2004


Assunto: Literatura Brasileira


Páginas: 541


Peso: 600 gramas


Conservação: Produto Usado



Descrição

formato 15 x 22 cm . brochura. livro usado em ótimo estado de conservação; páginas limpas; miolo firme;.. O livro 'O silêncio do delator' narra, em sete vozes, o velório do líder de uma turma (a patota dos sovacões solidários do recruta Pepé) e de sua geração, que viveu plenamente as revoluções política e dos costumes dos anos 60 do século 20. O corifeu desse coro de narradores (intitulados com versos do samba A voz do morto, de Caetano Veloso) é o morto, um professor universitário de carreira profissional lograda, libido exacerbada e ideologia incerta. Desbocado, franco, rude, sem limites, este comenta, direto do caixão, as visitas que recebe, tendo seus comentários interrompidos por narrativas em terceira pessoa do próprio velório, de encontros da turma no passado em torno de dois álbuns clássicos da música pop - Sergeant Pepper ́s lonely hearts club band, dos Beatles (1967), e Bringing it all back home, de Bob Dylan (1965) - e da trajetória de êxito e fiasco dos velhos amigos, um por um. Cada capítulo do romance se refere a uma das faixas desses dois discos e termina com uma estrofe do poema Inventário, de Pedro Paulo de Sena Madureira, do qual foi tirado o título da obra. Pelo velório passam a viúva historiadora, a mãe possessiva, a filha pragmática, o filho orientalista e os velhos amigos da patota; Paulo, o publicitário bem-sucedido que não consegue se firmar como escritor da moda; Marlon, o guerrilheiro-galã que se torna rico corretor do mercado financeiro; Ricardo, militante comunista que vira ministro de Estado; Jorge Carlos, astro do rock; Helena, amiga de adolescência com quem o morto viveu um caso fugaz; e Pepé, artista plástico que termina mendigando. Além de Elsa, a Zuca, paixão frustrada da vida do protagonista, e sua adorável filha Esmé, paródia da personagem do conto Para Esmé, com amor e sordidez, de J. D. Salinger. O 'leit motiv' do romance é o conflito entre o morto e a viúva - ele, adepto de Heráclito de Éfeso, orgulha-se da contribuição que sua geração deu ao gênero humano; e ela, hegeliana, acredita que a história só se repete em ciclos. e3g3p4 +2n

1 Disponível em estoque

R$ 50,00
Selo de garantia Megaleitores

A Garantia Megaleitores é certeza de que você receberá a sua encomenda ou seu dinheiro de volta!

Frete Grátis

Milhares Títulos com Entrega Gratuita Para Todo o Brasil.

Pagamento Seguro

Processados por Wirecard, Paypal Adotam Os Mais Rigorosos Padrões de Segurança.

Especializado

10 Anos de Atuação como Livraria e Sebo Oferecendo o Melhor a seus clientes.

footer js: /home/mega/public_html/application/views/default/books/js.phtml