Livro Metodologia das Ciências Sociais - Max weber

Metodologia das Ciências Sociais

"Metodologia das ciências sociais" se constitui num dos textos mais abstratos e, ao mesmo tempo, mais importantes. Eis que os grandes problemas da ciência se articulam através da discussão metodológica. Dessa discussão trata o livro. É uma discussão metodológica, porém historicamente condicionada. O pensamento alemão, a partir dos inícios do século XIX, enfrentou o positivismo através da Escola Histórica. A pesquisa histórica e sociológica, no âmbito das ciências sociais, ocupou a intelectualidade alemã por meio século, num debate aprofundado a respeito dos fundamentos do conhecimento histórico-social. Para Weber – retomando a crítica de Menger –, o historicismo econômico representa uma continuidade do historicismo romântico, daí sua exigência e preocupação em pesquisas de história econômica com a determinação das diversas formas de economia. Reconhece a validade da formulação econômica da Escola Clássica, porém nos limites propostos por Menger. Weber critica noções como “espírito do povo” e a indevida transposição ao social de conceitos biológicos, partindo para a crítica dos pressupostos metodológicos de Roscher, Knies, Simmel e Benedetto Croce.

ISBN: 9788526812291


Código de Barras: 9788526812291


Origem: Nacional


Idioma: Português


Categoria: Livros


Autor: Max weber


Título: Metodologia das Ciências Sociais


Editora: Unicamp


Edição: 5ª Edição


Ano: 2016


Assunto: Ciências Humanas e Sociais


Páginas: 688


Peso: 970 gramas


Conservação: Produto Usado



Descrição

"Metodologia das ciências sociais" se constitui num dos textos mais abstratos e, ao mesmo tempo, mais importantes. Eis que os grandes problemas da ciência se articulam através da discussão metodológica. Dessa discussão trata o livro. É uma discussão metodológica, porém historicamente condicionada. O pensamento alemão, a partir dos inícios do século XIX, enfrentou o positivismo através da Escola Histórica. A pesquisa histórica e sociológica, no âmbito das ciências sociais, ocupou a intelectualidade alemã por meio século, num debate aprofundado a respeito dos fundamentos do conhecimento histórico-social. Para Weber – retomando a crítica de Menger –, o historicismo econômico representa uma continuidade do historicismo romântico, daí sua exigência e preocupação em pesquisas de história econômica com a determinação das diversas formas de economia. Reconhece a validade da formulação econômica da Escola Clássica, porém nos limites propostos por Menger. Weber critica noções como “espírito do povo” e a indevida transposição ao social de conceitos biológicos, partindo para a crítica dos pressupostos metodológicos de Roscher, Knies, Simmel e Benedetto Croce.

Frete Grátis

Milhares Títulos com Entrega Gratuita Para Todo o Brasil.

Pagamento Seguro

Processados por Wirecard, Paypal Adotam Os Mais Rigorosos Padrões de Segurança.

Especializado

10 Anos de Atuação como Livraria e Sebo Oferecendo o Melhor a seus clientes.

footer js: /home/mega/public_html/application/views/default/books/js.phtml