Livro Jakob O Mentiroso - Jurek becker

Jakob O Mentiroso
Jakob O Mentiroso
Jakob O Mentiroso
Jakob O Mentiroso

formato 16 x 23 cm . brochura. Obs: Assinatura em vermelho na primeira página. Loja 1, Prédio Térreo, Direito. Lançado em 1969, Jakob, o mentiroso é tido como uma das obras-primas da literatura sobre o Holocausto. No Brasil, o romance foi publicado primeiro em 1987 e aqui é apresentado em nova tradução. O narrador é um dos únicos sobreviventes que sabem a verdade sobre Jakob Heym, um homem que se tornou herói por acaso. E foi também o acaso que preservou a vida do narrador: pelas dimensões do extermínio, pelas proporções aterradoras do Holocausto, seria mais provável que não tivesse sobrado ninguém para contar a história. Mas sobrou - e alguém que padeceu com Jakob todo tipo de aflições num gueto judeu na Polônia, durante a Segunda Guerra. O que fez Jakob, afinal? Mentiu: forjou notícias sobre a aproximação do Exército Vermelho, os possíveis redentores. Jakob suscita uma reviravolta surpreendente no gueto. Depois de suas mentiras, nada continua igual. Mas ele é um mentiroso contrariado, sem dotes imaginativos, sem brilho; seu repertório linguístico é limitado, suas palavras são escassas, custa-lhe urdir uma mentira qualquer. E Jakob, além disso, não se caracteriza propriamente por um temperamento destemido. Sua resistência à barbárie passa longe de todo heroísmo. As mentiras que divulga nascem da piedade; nunca resultam de um pensamento bem articulado. E, no entanto, suas minguadas palavras são esperadas e ouvidas com avidez pelos habitantes do gueto - todos indefesos, acuados pela banalidade do mal. As palavras, arma impalpável, são como o pão que falta a essa gente esfaimada, e um grama delas, como diz Jakob, já lhe basta para fabricar uma tonelada de esperança. Jakob, o mentiroso poderia ser um romance lúgubre. Jurek Becker, ao narrar a vida e a morte no gueto, presentifica as crueldades cometidas, as humilhações, as expectativas, o absurdo de uma situação em que seguir vivendo já equivale a um ato de heroísmo. Mas seu olhar é distanciado, livre de condescendências e de sentimentalismo. E seu tom é moldado por um admirável bom humor. O tratamento literário de que ele reveste as atrocidades do Holocausto é, enfim, lapidar. Loja 1, Prédio, Térreo, Editora Companhia das Letras.

ISBN: 9788535919424


Código de Barras: 9788535919424


Origem: Nacional


Idioma: Português


Categoria: Livros


Autor: Jurek becker


Título: Jakob O Mentiroso


Editora: Companhia das Letras.


Edição: 3ª Edição


Ano: 2011


Assunto: Romance


Páginas: 253


Peso: 900 gramas


Conservação: Produto Usado



Descrição

formato 16 x 23 cm . brochura. Obs: Assinatura em vermelho na primeira página. Loja 1, Prédio Térreo, Direito. Lançado em 1969, Jakob, o mentiroso é tido como uma das obras-primas da literatura sobre o Holocausto. No Brasil, o romance foi publicado primeiro em 1987 e aqui é apresentado em nova tradução. O narrador é um dos únicos sobreviventes que sabem a verdade sobre Jakob Heym, um homem que se tornou herói por acaso. E foi também o acaso que preservou a vida do narrador: pelas dimensões do extermínio, pelas proporções aterradoras do Holocausto, seria mais provável que não tivesse sobrado ninguém para contar a história. Mas sobrou - e alguém que padeceu com Jakob todo tipo de aflições num gueto judeu na Polônia, durante a Segunda Guerra. O que fez Jakob, afinal? Mentiu: forjou notícias sobre a aproximação do Exército Vermelho, os possíveis redentores. Jakob suscita uma reviravolta surpreendente no gueto. Depois de suas mentiras, nada continua igual. Mas ele é um mentiroso contrariado, sem dotes imaginativos, sem brilho; seu repertório linguístico é limitado, suas palavras são escassas, custa-lhe urdir uma mentira qualquer. E Jakob, além disso, não se caracteriza propriamente por um temperamento destemido. Sua resistência à barbárie passa longe de todo heroísmo. As mentiras que divulga nascem da piedade; nunca resultam de um pensamento bem articulado. E, no entanto, suas minguadas palavras são esperadas e ouvidas com avidez pelos habitantes do gueto - todos indefesos, acuados pela banalidade do mal. As palavras, arma impalpável, são como o pão que falta a essa gente esfaimada, e um grama delas, como diz Jakob, já lhe basta para fabricar uma tonelada de esperança. Jakob, o mentiroso poderia ser um romance lúgubre. Jurek Becker, ao narrar a vida e a morte no gueto, presentifica as crueldades cometidas, as humilhações, as expectativas, o absurdo de uma situação em que seguir vivendo já equivale a um ato de heroísmo. Mas seu olhar é distanciado, livre de condescendências e de sentimentalismo. E seu tom é moldado por um admirável bom humor. O tratamento literário de que ele reveste as atrocidades do Holocausto é, enfim, lapidar. Loja 1, Prédio, Térreo, Editora Companhia das Letras.

5 Disponível em estoque

R$ 28,00
Selo de garantia Megaleitores

A Garantia Megaleitores é certeza de que você receberá a sua encomenda ou seu dinheiro de volta!

SP - São Paulo

Frete Grátis

Milhares Títulos com Entrega Gratuita Para Todo o Brasil.

Pagamento Seguro

Processados por Wirecard, Paypal Adotam Os Mais Rigorosos Padrões de Segurança.

Especializado

10 Anos de Atuação como Livraria e Sebo Oferecendo o Melhor a seus clientes.

footer js: /home/mega/public_html/application/views/default/books/js.phtml