Livro Discurso e Cotidiano Escolar: Saberes e Sujeitos - Cristina Batista De Araújo

Discurso e Cotidiano Escolar: Saberes e Sujeitos

Este livro discute as relações de poder na escola, tratando do conjunto de técnicas e práticas realizadas no contexto escolar, pautando-se pelo estudo das funções e instrumentos da tecnologia disciplinar que, em nome da distribuição dos corpos pela ordem espacial, são responsáveis por exercer vigilância e exame. A análise incide, ainda, sobre as operações dos sujeitos, que golpeiam as estruturas disciplinares e que transformam esse lugar em espaço praticado, e sobre os processos de subjetivação como formas de construção dos sujeitos integrantes do processo escolar. A escola é apresentada como uma instituição social que sofre as interferências do modelo de sociedade em que se insere e, por não estar isenta, participa do processo de criação e manutenção de verdades e de produção de subjetividades. Dessa forma, reafirma a escola como uma construção social passível de ser discursivizada e constituída por sentidos que se constroem e se manifestam nas práticas cotidianas de interação captadas em alguns momentos de enunciação que, por mais singulares que sejam, ressoam seu caráter histórico-dialógico e interdiscursivo.

ISBN: 9788546208852


Código de Barras: 1077823


Origem: Nacional


Idioma: Português


Categoria: Livros


Autor: Cristina Batista De Araújo


Título: Discurso e Cotidiano Escolar: Saberes e Sujeitos


Editora: PACO EDITORIAL


Edição: 1ª Edição


Ano: 2017


Assunto: Linguística


Páginas: 156


Peso: 205 gramas


Conservação: Produto Novo



Descrição

Este livro discute as relações de poder na escola, tratando do conjunto de técnicas e práticas realizadas no contexto escolar, pautando-se pelo estudo das funções e instrumentos da tecnologia disciplinar que, em nome da distribuição dos corpos pela ordem espacial, são responsáveis por exercer vigilância e exame. A análise incide, ainda, sobre as operações dos sujeitos, que golpeiam as estruturas disciplinares e que transformam esse lugar em espaço praticado, e sobre os processos de subjetivação como formas de construção dos sujeitos integrantes do processo escolar. A escola é apresentada como uma instituição social que sofre as interferências do modelo de sociedade em que se insere e, por não estar isenta, participa do processo de criação e manutenção de verdades e de produção de subjetividades. Dessa forma, reafirma a escola como uma construção social passível de ser discursivizada e constituída por sentidos que se constroem e se manifestam nas práticas cotidianas de interação captadas em alguns momentos de enunciação que, por mais singulares que sejam, ressoam seu caráter histórico-dialógico e interdiscursivo.

Frete Grátis

Milhares Títulos com Entrega Gratuita Para Todo o Brasil.

Pagamento Seguro

Processados por Wirecard, Paypal Adotam Os Mais Rigorosos Padrões de Segurança.

Especializado

10 Anos de Atuação como Livraria e Sebo Oferecendo o Melhor a seus clientes.