Livro Max stirner, individualismo, anarquismo - E. armand e outros

Max stirner, individualismo, anarquismo
Max stirner, individualismo, anarquismo

2 Disponível em estoque

formato 12 x 20 cm . brochura. livro novo... Há poucas palavras que sejam mais diversamente interpretadas do que esta: “individualismo”. Por consequência, há poucas ideias mais mal definidas do que aquelas representadas por esse vocábulo. A opinião mais disseminada, e que as obras de ensino popular encarregam-se de confirmar, é que o individualismo é um “sistema de isolamento nos trabalhos e nos esforços do homem, sistema cujo oposto é a associação”. Nisso é preciso reconhecer a concepção vulgar do individualismo. Ela é falsa e, além do mais, absurda. É verdade, o individualista é o homem “só”, e não se o pode conceber de outra forma. “O homem mais forte é o homem mais só”, disse Ibsen. Em outros termos, o individualista, o indivíduo mais consciente de sua unicidade, que melhor soube realizar sua autonomia, é o homem mais forte. Mas ele pode ser “só” no meio da multidão, no seio da sociedade, do grupo da associação etc., porque ele é “só” do ponto de vista moral, e aqui esta palavra é sinônima de único e autônomo. O individualista é, assim, uma unidade, em vez de ser como o não individualista uma parcela de unidade. . e16 g5 piso5 / + 4N

ISBN: 978856815343


Código de Barras: 978856815343


Origem: Nacional


Idioma: Português


Categoria: Livros


Autor: E. armand e outros


Título: Max stirner, individualismo, anarquismo


Editora: Intermezzo


Ano: 2016


Assunto: Sociologia


Páginas: 165


Peso: 300 gramas


Conservação: Produto Novo



Descrição

formato 12 x 20 cm . brochura. livro novo... Há poucas palavras que sejam mais diversamente interpretadas do que esta: “individualismo”. Por consequência, há poucas ideias mais mal definidas do que aquelas representadas por esse vocábulo. A opinião mais disseminada, e que as obras de ensino popular encarregam-se de confirmar, é que o individualismo é um “sistema de isolamento nos trabalhos e nos esforços do homem, sistema cujo oposto é a associação”. Nisso é preciso reconhecer a concepção vulgar do individualismo. Ela é falsa e, além do mais, absurda. É verdade, o individualista é o homem “só”, e não se o pode conceber de outra forma. “O homem mais forte é o homem mais só”, disse Ibsen. Em outros termos, o individualista, o indivíduo mais consciente de sua unicidade, que melhor soube realizar sua autonomia, é o homem mais forte. Mas ele pode ser “só” no meio da multidão, no seio da sociedade, do grupo da associação etc., porque ele é “só” do ponto de vista moral, e aqui esta palavra é sinônima de único e autônomo. O individualista é, assim, uma unidade, em vez de ser como o não individualista uma parcela de unidade. . e16 g5 piso5 / + 4N

Frete Grátis

Milhares Títulos com Entrega Gratuita Para Todo o Brasil.

Pagamento Seguro

Processados por Wirecard, Paypal Adotam Os Mais Rigorosos Padrões de Segurança.

Especializado

10 Anos de Atuação como Livraria e Sebo Oferecendo o Melhor a seus clientes.