Livro Em estado de choque - Mohamed omer

2 Disponível em estoque

formato 14x 21cm . brochura. livro em excelente estado; sem sinais de manuseio; páginas limpas... Em Estado de Choque – Sobrevivendo em Gaza sob Ataque Israelense traz as crônicas do jovem jornalista palestino Mohammed Omer, testemunha ocular das atrocidades cometidas na Operação Margem Protetora, última ofensiva israelense que devastou a Faixa de Gaza, deixando ao final de sete semanas de hostilidade 2.200 palestinos mortos — com uma taxa histórica de 77% mortes entre civis e 536 crianças assassinadas. Além da carnificina realizada sob as vistas grossas da comunidade internacional, os bombardeios deixaram um rastro de destruição, atingindo hospitais, abrigos e escolas — duas delas protegidas pela ONU —, ferindo mais de 10 mil palestinos. Nas páginas do livro, Omer narra o terror daqueles dias: cadáveres são conservados como vegetais em geladeiras desligadas por falta de energia elétrica; famílias correm para fora de seus apartamentos depois de serem informadas por telefone que o F-16 israelense destruiria o edifício nos próximos três minutos; jovens fardados descarregam suas metralhadoras... E6 G3 Piso5

ISBN: 9788569536086


Código de Barras: 9788569536086


Origem: Nacional


Idioma: Português


Categoria: Livros


Autor: Mohamed omer


Título: Em estado de choque


Editora: Autonomia Literária


Ano: 2016


Assunto: Ciência Política


Páginas: 334


Peso: 600 gramas


Conservação: Produto Usado



Descrição

formato 14x 21cm . brochura. livro em excelente estado; sem sinais de manuseio; páginas limpas... Em Estado de Choque – Sobrevivendo em Gaza sob Ataque Israelense traz as crônicas do jovem jornalista palestino Mohammed Omer, testemunha ocular das atrocidades cometidas na Operação Margem Protetora, última ofensiva israelense que devastou a Faixa de Gaza, deixando ao final de sete semanas de hostilidade 2.200 palestinos mortos — com uma taxa histórica de 77% mortes entre civis e 536 crianças assassinadas. Além da carnificina realizada sob as vistas grossas da comunidade internacional, os bombardeios deixaram um rastro de destruição, atingindo hospitais, abrigos e escolas — duas delas protegidas pela ONU —, ferindo mais de 10 mil palestinos. Nas páginas do livro, Omer narra o terror daqueles dias: cadáveres são conservados como vegetais em geladeiras desligadas por falta de energia elétrica; famílias correm para fora de seus apartamentos depois de serem informadas por telefone que o F-16 israelense destruiria o edifício nos próximos três minutos; jovens fardados descarregam suas metralhadoras... E6 G3 Piso5