Livro Cubismo, O: Uma Revolução Estética Nascimento e Expansão - Serge Fauchereau

Cubismo, O: Uma Revolução Estética Nascimento e Expansão

Afetando as artes e a literatura, o cubismo foi inicialmente um fenômeno parisiense, embora com muitos protagonistas internacionais, antes de se difundir por outros países. Nesta obra, ilustrada por mais de duzentas reproduções coloridas, Serge Fauchereau propõe uma leitura abrangente, ao mesmo tempo que explora as variações originais injustamente negligenciadas ou desconhecidas do movimento. Via de regra, os críticos e historiadores apontam Les Demoiselles D'Avignon, tela de Pablo Picasso de 1907, como o marco inicial do cubismo. A obra estabelece uma ruptura radical e evidencia a transição a um "período negro" na produção do artista. No entorno de Picasso já gravitavam figuras como Georges Braque, Juan Gris, Albert Gleizes, Jean Metzinger, Guillaume Apollinaire, Blaise Cendrars e André Salmon, entre outras, assim como personagens que se mostrariam decisivos para a sua expansão, como os negociantes de arte Henri Kahnweiler e, depois, Léonce Rosenberg. O cubismo logo impôs uma certa iconoclastia no status quo das artes. A novidade se caracterizava pela adoção (e combinação) de procedimentos extrapicturais, extraliterários e extramusicais, que levaram à uma revolução estética dos procedimentos artísticos então correntes.

ISBN: 9788574482477


Código de Barras: 699654


Origem: Nacional


Idioma: Português


Categoria: Livros


Autor: Serge Fauchereau


Título: Cubismo, O: Uma Revolução Estética Nascimento e Expansão


Editora: Estacao Liberdade


Edição: 1ª Edição


Ano: 2015


Assunto: Artes e Cultura


Páginas: 258


Peso: 1290 gramas


Conservação: Produto Novo



Descrição

Afetando as artes e a literatura, o cubismo foi inicialmente um fenômeno parisiense, embora com muitos protagonistas internacionais, antes de se difundir por outros países. Nesta obra, ilustrada por mais de duzentas reproduções coloridas, Serge Fauchereau propõe uma leitura abrangente, ao mesmo tempo que explora as variações originais injustamente negligenciadas ou desconhecidas do movimento. Via de regra, os críticos e historiadores apontam Les Demoiselles D'Avignon, tela de Pablo Picasso de 1907, como o marco inicial do cubismo. A obra estabelece uma ruptura radical e evidencia a transição a um "período negro" na produção do artista. No entorno de Picasso já gravitavam figuras como Georges Braque, Juan Gris, Albert Gleizes, Jean Metzinger, Guillaume Apollinaire, Blaise Cendrars e André Salmon, entre outras, assim como personagens que se mostrariam decisivos para a sua expansão, como os negociantes de arte Henri Kahnweiler e, depois, Léonce Rosenberg. O cubismo logo impôs uma certa iconoclastia no status quo das artes. A novidade se caracterizava pela adoção (e combinação) de procedimentos extrapicturais, extraliterários e extramusicais, que levaram à uma revolução estética dos procedimentos artísticos então correntes.

1 Disponível em estoque

R$ 152,00
Selo de garantia Megaleitores

A Garantia Megaleitores é certeza de que você receberá a sua encomenda ou seu dinheiro de volta!

Frete Grátis

Milhares Títulos com Entrega Gratuita Para Todo o Brasil.

Pagamento Seguro

Processados por Wirecard, Paypal Adotam Os Mais Rigorosos Padrões de Segurança.

Especializado

10 Anos de Atuação como Livraria e Sebo Oferecendo o Melhor a seus clientes.