Livro História, Teatro e Política - Kátia R. Paranhos

História, Teatro e Política

"O critério adotado para delimitar o repertório considerado shakespeariano leva a lógica editorial à sua mais extrema consequência, preferindo a atribuição a um só autor. (...) Reproduzindo de modo idêntico 'seus próprios escritos', o in-fólio oferece ao leitor, sem variações, as obras tais como o ´Autor´ as ´proferiu´ isto é, enunciadas como poemas e emitidas como moedas preciosas. A retórica de Heminge e Condell subtrai o texto shakespeariano das deformações implicadas pelas representações e d as corrupções introduzidas pelas edições, que fizeram circular não uma reprodução autêntica dos manuscritos do autor, mas ´cópias clandestinas, textos mutilados e deformados pelas fraudes e furtos de impostores prejudiciais que os expuseram´. Graças aos ´originais´ sem rasuras nem arrependimentos de Shakespeare, o in-fólio é duplamente perfeito: ele restaura em sua pureza original os textos corrompidos pelas edições precedentes (´mesmo aqueles copiados são agora oferecidos perfeitos e curados ao público´) e, pela primeira vez, permite a leitura de todas as peças do autor (´e de todo o resto, em seu número absoluto, como ele os concebeu´). A partir desse primeiro gesto editorial, é visível a tensão entre a reivindicação de um texto ideal, perfeitamente conforme ao que o autor concebeu e escreveu, e as variações introduzidas pela própria materialidade do impresso. (...)" Formato 16 x 23 cm. Brochura. Livro usado em bom estado de conservação com as páginas amareladas devido ação do tempo leves desgastes nas bordas. Loja 1, Prédio 1° andar.

ISBN: 9788575592847


Código de Barras: 9788575592847


Origem: Nacional


Idioma: Português


Categoria: Livros


Autor: Kátia R. Paranhos


Título: História, Teatro e Política


Editora: Boitempo Editorial


Edição: 1ª Edição


Ano: 2012


Assunto: Teatro


Páginas: 248


Peso: 700 gramas


Conservação: Produto Usado



Descrição

"O critério adotado para delimitar o repertório considerado shakespeariano leva a lógica editorial à sua mais extrema consequência, preferindo a atribuição a um só autor. (...) Reproduzindo de modo idêntico 'seus próprios escritos', o in-fólio oferece ao leitor, sem variações, as obras tais como o ´Autor´ as ´proferiu´ isto é, enunciadas como poemas e emitidas como moedas preciosas. A retórica de Heminge e Condell subtrai o texto shakespeariano das deformações implicadas pelas representações e d as corrupções introduzidas pelas edições, que fizeram circular não uma reprodução autêntica dos manuscritos do autor, mas ´cópias clandestinas, textos mutilados e deformados pelas fraudes e furtos de impostores prejudiciais que os expuseram´. Graças aos ´originais´ sem rasuras nem arrependimentos de Shakespeare, o in-fólio é duplamente perfeito: ele restaura em sua pureza original os textos corrompidos pelas edições precedentes (´mesmo aqueles copiados são agora oferecidos perfeitos e curados ao público´) e, pela primeira vez, permite a leitura de todas as peças do autor (´e de todo o resto, em seu número absoluto, como ele os concebeu´). A partir desse primeiro gesto editorial, é visível a tensão entre a reivindicação de um texto ideal, perfeitamente conforme ao que o autor concebeu e escreveu, e as variações introduzidas pela própria materialidade do impresso. (...)" Formato 16 x 23 cm. Brochura. Livro usado em bom estado de conservação com as páginas amareladas devido ação do tempo leves desgastes nas bordas. Loja 1, Prédio 1° andar.

Frete Grátis

Milhares Títulos com Entrega Gratuita Para Todo o Brasil.

Pagamento Seguro

Processados por Wirecard, Paypal Adotam Os Mais Rigorosos Padrões de Segurança.

Especializado

10 Anos de Atuação como Livraria e Sebo Oferecendo o Melhor a seus clientes.

footer js: /home/mega/public_html/application/views/default/books/js.phtml